Fale com o Dictas

Quer saber mais sobre o Dictas? Gostaria de entrar em contato com os nossos executivos de venda?
Envie sua mensagem para a nossa equipe


FEE FOR SERVICE: O hegemônico!

por 24 de setembro de 2019 outubro 18th, 2019 ANS, Custos Assistenciais, Sem categoria, Valorização da saúde
FEE FOR SERVICE: O hegemônico!

Por Gustavo Gomez Bublitz, consultor de Soluções em Saúde da Softplan; Executivo de Saúde, VP Chapter Santa Catarina do CBEXs, professor de MBAs em Gestão de Saúde, Fundador da 2GB. Da início uma série de post Modelos de Remuneração em Saúde, assina mais um artigo para o blog do dictas.

A partir deste artigo, vamos trilhar todos os 10 modelos discutidos no Guia da ANS, apresentando o que julgamos mais relevante em formato de highlights.

Iniciaremos como o Fee For Service:

  •  Conceito: este modelo de remuneração pressupõe a existência de uma tabela com o valor estabelecido para cada procedimento ou item utilizado.
  • Formato de Remuneração: somatório discriminado de cada um desses procedimentos ou itens utilizados (Materiais, Medicamentos, Honorários, Diárias, Serviços e Exames complementares).

Críticas:

  • Demanda ser induzida pela oferta, ou seja, há produção excessiva de procedimentos que nem sempre são necessários para os pacientes;
  • Estímulo a sobreutilização de serviços, principalmente os que proporcionam remuneração mais elevada;
  • Não considera os resultados em saúde; e
  • Não considera a qualidade dos serviços.

Todo modelo possui suas vantagens e desvantagens e estas dependem do ponto de vista, de acordo com o Guia, são elas:

Vantagens:

  • Prestador é pago por cada serviço prestado;
  • Pagamentos maiores para pacientes que precisam de mais procedimentos;
  • Pagamento de um prestador não depende de aspectos que fujam diretamente do seu controle;
  • Prestador sabe previamente o valor a ser pago antes da realização do procedimento;
  • Garantia do acesso aos procedimentos; e
  •  Garantia da prestação dos melhores cuidados disponíveis, desde que os pagamentos compensem o custo marginal de cuidado.

Desvantagens:

  • Não considera resultados ou qualidade dos serviços prestados;
  • Sobreutilização de serviços, principalmente os de remuneração superior;
  • Valores pagos frequentemente inferiores ao custo para a execução de cuidados apropriados de alta qualidade;
  • Não realiza pagamento de serviços realizados por profissionais não médicos e de educação em saúde;
  • Dificulta a estimação de custos totais de um tratamento e a comparação de custos entre prestadores; e
  • O modelo pode contribuir para gastos com saúde mais altos do que o necessário e para a qualidade e resultados do cuidado abaixo do desejável.

Para corrigir limitações, segundo a ANS, o modelo pode ser modulado da seguinte forma:

  • Utilização do modelo em casos específicos, como por exemplo, pagamento de consultas com especialistas;
  • Adicionar pagamento por desempenho, para buscar maior garantia de resultados e qualidade da assistência;
  • Adoção de protocolos e diretrizes clínicas baseadas em evidências científicas para os procedimentos;
  • Integração da rede assistencial.

As informações necessárias para o funcionamento do modelo são as seguintes:

  • Custo unitário das unidades de serviço;
  • Protocolos clínicos e cirúrgicos;
  • Tabela com o valor estabelecido para cada procedimento ou item utilizado; e
  • Lista de procedimentos que devem ser identificados separadamente.

Fez sentido para você? Se quiser se aprofundar no tema, recomendamos a leitura na íntegra do Guia para Implementação de Modelos de Remuneração baseados em Valor. 

Se você curtiu essa versão pocket sobre Modelos de Remuneração em Saúde? Nosso próximo conteúdo será sobre a Modalidade Pagamento por Diárias Hospitalares. Lembrou-se de outros Assuntos? Então deixe um comentário neste texto e compartilhe, com a gente e com os nossos demais leitores, a sua opinião sobre o assunto!

Fonte: este é um conteúdo produzido por  Gustavo G. Bublitz, com base no Guia para Implementação de Modelos de Remuneração baseados em Valor.

Comentários: