Fale com o Dictas

Quer saber mais sobre o Dictas? Gostaria de entrar em contato com os nossos executivos de venda?
Envie sua mensagem para a nossa equipe


Como mitigar os impactos da COVID-19 através da ciência de dados?

por 23 de abril de 2020 COVID-19, Operadoras de saúde

A pandemia de coronavírus (COVID-19), provocou diversas mudanças ao redor do mundo, se tornou um acelerador para transformação digital, todos estão unidos para buscar através da tecnologia, formas para combater ou mitigar os impactos gerados. 

Desta forma, antecipou mudanças que já estavam em processo, como o trabalho remoto, educação e cursos à distância, a busca por sustentabilidade, a busca por uma melhora na qualidade de vida e o consumo consciente.  

Ciência de dados é uma área interdisciplinar que utiliza métodos, algoritmos, processos e princípios de aprendizagem para extrair valor dos dados. É usada principalmente para tomar decisões e previsões fazendo uso de análises preditivas, análises prescritivas e machine learning.  

Chegar a conclusões finais durante um episódio de epidemia não é tarefa fácil. Afinal, a ciência de dados ajuda todo o sistema de saúde rastrear e conter o coronavírus, além de obter uma compreensão mais abrangente da doença 

Neste artigo, vamos abordar como as soluções que possuem inteligência artificial e ciência de dados contribuem para gerar inteligência no combate a COVID-19, assim como, nossas soluções atuam nesse processo.

Ciência de Dados em Saúde 

A Ciência de Dados em Saúde é uma disciplina emergente, surgida na intersecção de (bio)estatísticas, ciência da computação e saúde. Se trata de um campo de estudo que favorece a descoberta de informação útil. Desde, a compreensão de problemas complexos de saúde, empregando pensamento crítico e análise para extrair conhecimento de dados (big). 

Com o advento da ciência de dados e análise avançada, também pudemos acessar toneladas de dados, coletados das diversas formas e fases do vírus e da doença COVID-19. Sobretudo, a triagem Inteligente para identificar, rastrear e prever surtos. 

Desde a detecção de coronavírus até o rastreamento de contato mais inteligente, até previsões baseadas em análises, até o desenvolvimento de drogas poderosas que podem combater esse coronavírus – big data e inteligência artificial (IA) desempenham um papel amplo em nossa luta contra o COVID-19. 

Diversos pesquisadores estão usando a inteligência artificial para ter maiores detalhes de dados sobre a doença e com isso  adotar ações preventivas e em tempo hábil, reduzindo a sobrecarga do sistema em uma determinada região.  

Estudos científicos recentes mostram que o grupo de maior risco da doença COVID-19 é composto por pacientes idosos, sexo masculino e portadores de doenças crônicas, principalmente doenças cardiovasculares, diabetes e doença pulmonar obstrutiva crônica.  

Com a ferramenta de inteligência artificial você realiza a identificação destes grupos, melhora as ações preventivas de aproximação, comunicação efetiva e monitorização destes pacientes, contribuindo para o melhor manejo clínico das condições de saúde, diminuindo os riscos de saúde inerentes.  

Gestão dos pacientes com COVID-19 

Para ajudar o mercado de operadoras o time de especialistas do dictas montou o programa de combate à COVID-19. O programa une a nossa experiência em análise de dados com a expertise da operadora na gestão de saúde. O objetivo é trazer informações organizadas (Inteligência) para apoio em decisões, minimizando os impactos desta pandemia e contribuindo para a saúde dos beneficiários.

Por fim, ajuda as operadoras de saúde com técnicas de análise preditiva para identificar beneficiários em grupo de risco da doença Covid-19.  

Ela foi treinada para classificar os beneficiários baseando-se em dados históricos de pesquisas científicas e casos antecedentes. Utilizando, então, desse conhecimento prévio e indica quais são aqueles com grande chance de pertencer a esse determinado grupo de doença crônica.  

Construímos modelos de aprendizado de máquina, estes diferentes modelos concorrem entre si em busca de uma maior assertividade nos testes. Assim que um modelo com melhores resultados é encontrado, ele rapidamente substituiu o vigente.  

Nossas soluções que ajudam no combate da COVID-19.

  • Predição de Cardíacos: Utilizamos técnicas de análise preditiva para identificar beneficiários com risco para obstrução arterial cardíaca. Para Criar planos de intervenção personalizada para cada beneficiário.
  • Classificador de diabéticos: identifica beneficiários por meio de eventos de serviços de saúde que estejam acometidos por diabetes mellitus. ​Para classifica a população para acompanhar de forma personalizada os beneficiários para garantir a coordenação do cuidado.

Como resposta a este cenário de pandemia, apresentamos os Classificadores do dictas. Ao criar um modelo de segmentação da carteira de beneficiários a partir da análise de consumo dos mesmos.

Quer conhecer mais nosso programa de combate a COVID-19 para operadoras, clique aqui e fale com um dos nossos especialistas. 

Comentários: